8 vestidos: noiva e família

Esta semana o By Paula deu uma atenção especial a um casamento. O da Taísa. Os preparativos já não são novidades para ela que já havia se casado em 1998. E como a vida segue em frente ela vai repetir essa experiência maravilhosa.

E por falar em repetir, para que mudar o que sempre dá certo? Como da primeira vez o Ateliê da estilista Maria Paula Guimarães foi responsável pelos vestidos não só da noiva, como da sua família também. Ao todo foram oito vestidos, todos confeccionados com muito carinho seguindo os gostos de cada uma.




Primeiro, a Noiva. O top foi feito de renda Mariscot francesa deixando a parte acima do busto só com a transparência da mesma. A curiosidade fica na saia. O primeiro vestido de noiva de Taísa tinha uma saia diferente e muito trabalhada e até nisso ela repetiu a dose. Esta saia também é elaborada. Foi confeccionada em organza da mesma cor da renda que é bege um pouco mais escuro que o off white. Ela foi toda construída com babados irregulares cortados em godê e montada em camadas. Na cintura um cintinho de cetim. Dessa vez ela dispensou o véu e ornou os cabelos com uma bela peça da Giuliana Mazzucato.








Dona Geralda, a mãe da noiva, optou por um longo mais simples de Shantung cinza. A peça que realça no look dela é o casaquinho. Feito com renda Mariscot francesa que foi tingida em manchas com tons de rosa e cinza. Para a cintura uma faixa com uma belíssima flor da Consuelo Araujo.

Para Ariene, a irmã de Taísa, Musseline de seda verde. Alças cruzadas nas costas. Decote em V na frente finalizado com telinha de tule rebordado.



As damas: Uma é sobrinha da noiva, Julia de 17 anos. Ela ganhou um longo de Musseline de seda na cor rosé. No peito do vestido bordado em tons de rosa. Mais duas meninas, sobrinhas do noivo também vão ao altar como daminhas. Para elas foram feitos vestidos da mesma cor do vestido de Julia só que de Shantung. O bordado dos modelos delas foi na faixa, mas com o mesmo motivo que foi feito no vestido de Musseline.




As irmãs do noivo também optaram pelo By Paula para produzir seus vestidos. Roberta  comprou tule bordado em pedrarias em tons de terra e laranja. Com ele foi confeccionado um longo com mangas compridas e transparentes. Cinto de cetim com laço Chanel na cintura. O destaque da peça é o generoso decote frontal.




Olga, também irmã do noivo, usou um longo em preto e nude que foi literalmente montado. O tecido é trabalhado e exigiu uma construção diferente. Primeiro o forro foi feito normalmente e acertado no corpo da moça.  A partir dele o tecido foi sendo recortado e sobreposto ao forro seguindo fielmente as formas e curvas. Depois o tecido foi costurado à mão e a impressão que se tem é de não haver costura. Por fim foi acrescido um top de tule negro como uma segunda pele de mangas longas.







Texto: Bárbara Mendonça



Comentários