O Oscar, a moda


O Oscar é uma das festas mais esperadas do ano, não somente por atores, diretores ou produtores de filmes. O Oscar se tornou uma ampla vitrine para grandes grifes e estilistas. Todos os anos o que as famosas usam no tapete vermelho, agrada e desagrada a muitos. Mas, a verdade é que elas acabam ditando moda.

A estilista Maria Paula Guimarães analisou alguns dos modelos que desfilaram nessa grande festa no último domingo (26/03/12). É bom lembrar que mesmo as mais belas atrizes às vezes acabam errando. Se a proposta é copiar os vestidos e levá-los pelo tapete vermelho da igreja seja como madrinha, dama, mãe e irmã dos noivos ou até mesmo transformá-lo no seu vestido de noiva, fique atenta às observações e dicas de Maria Paula para acertar e ficar linda.

“Atualmente os vestidos usados no Oscar estão com a tendência mais clean e com predominância de tons claros e nude”, disse a estilista. É claro que sempre vai haver os básicos pretinhos e os glamourosos vermelhos.




Uma atriz que se destacou por vestir seu corpo gordinho com descrição e elegância foi Octavia Spencer. A vencedora do prêmio de melhor atriz coadjuvante usou um Tadashi Shoji longo branco que valorizou suas formas e com drapeado e brilhos na medida certa.


Outra sempre maravilhosa é a Gwyneth Paltrow. Impecável no seu Tom Ford branco com estilo retrô e simples tendo como complemento a longa capa igualmente simples. “Uma noiva sofisticada e de personalidade marcante, assim como a da atriz, poderia perfeitamente levar este modelo ao altar”, completou Maria Paula. Caso contrário, não arrisque ou a produção pode ficar simples demais ou até mesmo boba.



Angelina Jolie causou controvérsia. Lindíssima, no longo de veludo preto do Atelier Versace. O vestido que deixava propositalmente as pernas à mostra talvez tivesse um impacto mais positivo se não fosse a magreza extrema da atriz.





O estilista Elie Saab fez sua festinha particular com tantas atrizes desfilando com seus modelos. “E com ele não têm erro”, confessou Maria Paula.




As belíssimas Katie Holmes e Milla Jovovich são exemplos desse acerto. A primeira, com um tomara que caia de saia solta e leve com bordados e brilhos no top. A segunda, com um branco de um ombro só, rebordado e bem justo valorizando a silueta da atriz.



Outra atriz que brilhou usando um Elie Saab foi Berenice bejo. A combinação do bordado com a transparência nesse longo foi acertadíssima. A estilista Maria Paula acredita que o modelo de mangas é uma bela opção para senhoras mães de noivos que costumas buscar uma maneira de disfarças os efeitos da idade. Ela sugere também confeccionar esse modelo em renda que está em alta e mantém a transparência.



Stacy keibler, a namorada de George Cloney, ousou no lindo decote, na flor e na cor, e, ficou linda. Este modelo poderia ser usado por uma dama moça, pela irmã de um dos noivos, madrinhas. “Mesmo uma noiva, produzida com este modelo em branco ficaria linda”, ponderou a estilista.




Infelizmente, não é todo dourado que funciona. O longo de Meryl Streep, por exemplo, a deixou com um ar meio desajeitado. Apesar do belo decote do modelo de Lanvin, o excesso de tecido da peça deixou o visual da atriz pesado e com falhas no caimento.



Natalie Portman não se destacou nesse tapete vermelho. A atriz está sempre bela, sem dúvida. Mas o modelo não estava a altura de uma festa do Oscar. O vestido é de Vintage Christian Dior Couture e segundo Maria Paula, “poderiam ter ousado mais nos poás”.


Penélope Cruz desfilou de Armani Privé.  Outro modelo confeccionado com simplicidade e cor clara. Para a atriz marcar presença na festa estava perfeito. Mas, se a ideia é mudar a cor do vestido para o branco e levá-lo ao altar, Maria Paula aconselha a colocar algum tipo de brilho. Pode ser um cinto rebordado, um broche ou um bordado, um brilho seria essencial para caracterização da noiva.




Cameron Diaz arrasou no seu Gucci em tons nude com detalhes em tons metálicos na saia. Segundo a estilista, “o vestido é bem a cara do Oscar e para uma noiva sofisticada seria uma ótima opção”.




Jennifer Lopez de Zuhair Murad ousou. Ousou nas formas e no decote, só manteve a cor bem pastel. Na opinião de Maria Paula foi um exagero. “A atriz já é curvilínea e usou uma peça com muitas curvas, acentuou demais”, disse.


Emma Stone com seu Giambattista Valli também fez sucesso de vermelho no tapete de mesma cor. O modelo é simples e tem como o ponto forte o farto laço no pescoço. Este vestido é outro que na opinião de Maria Paula vestiria bem uma madrinha, a irmã de um dos noivos, uma dama moça, ou alguma senhora, mãe de noivos, que não tivesse vergonha de mostrar os braços. Para finalizar a estilista acredita que um cinto rebordado poderia enriquecer a peça.




Para fechar com chave de ouro: Michelle Williams de Louis Vuitton. O vestido coral possui um ar retrô e sofisticado ao mesmo tempo com seus babados, camadas e drapeados. E para a estilista Maria Paula, “esse modelo em branco ficaria um sonho para noivas”.






Texto de Bárbara Mendonça

Comentários